agosto 2011


Não tente me provocar, a sua raiva não me aborrece, só me preocupa, porque a raiva vai adoecer você…
Não procure me ofender, eu cresci o bastante pra não ter mais dúvida sobre mim mesma.
Não me chame pra briga, que eu não vou atender.
O meu tempo é precioso e nele não cabem desavenças.
Se você não gosta de mim e quer brigar, eu entendo, mas não conte comigo.
Eu estou ocupada sendo feliz.
Se você gosta de mim e quer brigar, eu não entendo, mas aceito…
Só presta atenção pra não me magoar. Isso, sim, me entristece.
Vamos deixar disso, então.
Já briguei muito, já magoei, já ofendi…
Mas não fiquei nem um pouquinho melhor com isso.
Venho me curando da vontade de brigar, desde que aprendi a calar.
Então, se você gritar, só vai escutar o meu silêncio.
Se seguir ofendendo, eu me retiro.
Se insistir na raiva, que pena…
Só você vai sofrer.
Ok, pode dar a última palavra, ganhe a disputa!
Eu não me importo de ceder a vez.
Eu escolho viver em paz.
Vamos deixar disso, então?

(Lena Gino)

~~

Você quer permanecer na minha vida? Aqui está o manual básico.

Você não quer permanecer na minha vida? Aqui está o manual básico.

Não finjo, não iludo, não escondo o jogo, pois não sinto necessidade de nada disso. Minhas cartas estão sempre abertas pra quem quiser roubar, no final das contas a única pessoa que perde é você mesmo. E boa sorte em todo o resto, pois nesse aqui não há que se falar em retorno, na melhor das hipóteses em recomeço.

Lila Carvalho

Na minha tentativa louca de evoluir, caminho incessantemente na loucura de compreender o ser humano. Tem enxergar entre erros e acertos, entre trancos e barrancos, a real intenção de cada um. Tentando compreender o que aquele ser sente, pelo o quê ele passar, cada miligrama de amor que ele esparrama pelo olhar, pelas palavras pelo caminho.

Todos os seres sofrem. Acredite, cada um a sua maneira sofre, ama, se ilude e se decepciona todos os dias, mesmo que não pareça…

Não consigo compreender como alguém consegue fugir do próprio sofrimento? De nada adianta descontar noutro ser. De nada adianta seguir adiante sem absorver a dor e curar a cicatriz. Nada que se faça supre a necessidade de vivenciar a dor de uma decepção.

Não falo de relacionamento homemXmulher, falo de relacionamentos. E a frase se conclui aí!

Normalmente, resumimos a falar de relações amorosas, mas toda a vivência com qualquer pessoa desenvolve uma relação. Se tratássemos cada relação como vivenciamos com nossos respectivos amores, talvez as amizades, as relações familiares e de trabalhos teriam outra perspectiva e outro desenrolar.

Os seres acabaram por desacreditar em si e nos outros pelo fato de determinados acontecimentos que vivenciamos, mas eles esquecem que não somos 100% sólidos. O ser humano é capaz de mudanças de comportamentos incríveis, talvez muito pouco, mas talvez esse pouco seja suficiente na vida prática.

Se os seres compreendessem o poder que tem com pequenas mudanças de comportamento, com pequenas evoluções, eles vivenciariam isso sempre e sempre… 🙂

~~

Conversas que me evoluem sempre me dão vontade de escrever. Dia particularmente comunicativo… 🙂

Lila Carvalho

E se o mundo parasse de novo?

E se voltássemos no tempo?

E se você me visse naquele tubinho preto de novo?

E se aquela noite tivesse sido mais longa?

E se eu não tivesse feito aquilo?

E se você me visse com ele?

E se eu te visse com ela?

E se nos víssemos a sós?

E se nunca tivéssemos nos conhecido?

Não haveria mais nenhum “se” sobre você

Mas certamente haveriam muitos “se”s sobre qualquer outro…

Lógico, não?

‎”O amor ideal somente é forjado entre duas pessoas sinceras, maduras e independentes. A chave está esforço interior de polir estes atributos… O amor verdadeiro não é duas pessoas dependendo uma da outra;somente pode ser forjado entre duas pessoas seguras de sua individualidade.” Daisaku Ikeda

~~

As pessoas têm a crença de que o outro deverá viver para e pelo relacionamento. Com a ideia errônea de que temos posse dos seres, sendo que, na realidade, nunca teremos posse, sequer, de nós mesmos, o que dirá de outras pessoas?

A partir dessa mentalidade, surgem os ciumes descontrolados, as desconfianças e a falta de esforço para impressionar o outro todos dias, que é como se deve sustentar a relação.

As pessoas creem que prender uma pessoa é a melhor forma de mantê-la por perto, mas está totalmente errado. Eu comparo as pessoas aos felinos, pois os dois têm total liberdade de ir e vir, mas permanecem pelo simples desejo de permanecer.

Se você não dá ao seu gato conforto, alimento e carinho, ele poderá encontrar em outra casa nas suas andanças pelo mundo. Com o ser humano funciona do mesmo jeito. De nada adianta prender a pessoa o gato, pois quando ele se soltar das amarras, vai procurar um lugar melhor pra morar, uma companhia melhor pra acalentar.

Uma coisa tão óbvia e tão simples que a gente raramente para pra observar…

Esta citação me fez ter a certeza de que jamais devemos procurar o amor, ao contrário, que devemos nos preparar para quando um alguém nos apresentar o amor. Saber receber e viver o amor é a melhor maneira de conviver com as pessoas.

Lila Carvalho

A paixão que movimenta meu ser pra qualquer coisa que eu faça é a mesma que me movimenta até você.

É inevitável imaginar como seria. Principalmente por eu ter certeza de ser praticamente impossível a concretização dessa paixão que insiste, mas ao mesmo tempo não existe.

O tempo, ladrão de toda eternidade, me roubou essa possibilidade.

O tempo me roubou todas as chances de poder viver ao seu lado, como tínhamos planejado aquele dia.

De viajarmos pra aquela praia onde o vento sopra forte e as ondas lambem a areia com paixão e vivacidade.

De passarmos o feriadão na livraria, ou na praia, ou no bar, ou na cama, ou em qualquer outro lugar.

Verdade seja dita que eu tenho pensado muito em você, não por estar apaixonada, mas provavelmente por eu estar precisando de alguém semelhante a você e de preferência que seja completamente diferente.

Não tenho medo desses pensamentos, desses sonhos acordados. Afinal, você não corresponde ao que eu faço em sua direção.

Aliás, você nem percebe que o que eu faço é pra você. Melhor assim! Porque se você percebesse, provavelmente incitaria pra que eu acreditasse em algo que não existe. E meu coração minha cabeça não suportaria isso. Não mesmo!

Então eu faço essas declarações vazias de nome e enxertadas de todo o meu sentimento. Você nunca vai ler isso mesmo, ou será que vai? rs

~~

Um post muito, mas muito confuso. Não sei ao certo pra quem estou falando.  Talvez prum alter-ego que não conheço, ainda.  rs Paixão que me move sem necessidade de quem me mova, além de mim mesma.

Lila Carvalho