Sempre que penso em amor eu penso em eternidade, “felizes para sempre” ou “até que a morte os separe”, mas a realidade não é bem assim…

Ultimamente tenho pensado profundamente sobre tudo o que eu e você temos passado. Sobre tudo o que temos sentido e sobre tudo o que convivemos. Nada me parece fazer sentido ou satisfeito meu sentimento.

Tenho saudades de permanecer ao seu lado inerte no ar pesado que o nosso esforço físico deixa depois de tudo. Tenho saudades de adormecer no seu ombro com aquele sono pesado e leve ao mesmo tempo. Tenho saudades das trocas de mensagens, dos telefonemas rápidos e das conversas despretensiosas ao MsN. Tenho saudades de encostar em teu ombro e observar o tempo passar como quem não tem nada a perder, mas eu sempre tive muito a perder…

Não imaginava que por trás de tanta paz havia alguém plantando a dúvida em sua mente. Sempre soube desse inimigo, mas subestimei sua capacidade de manipulação. Acreditei de mais na sua capacidade de percepção do que realmente acontecia… Me fudi!

Hoje em dia, olho pra tudo o que aconteceu tentando imaginar o que eu poderia ter feito para que ainda estivesse aqui, dividindo meu ar e meu cansaço… Infelizmente não consigo perceber nada que eu pudesse realmente fazer, ao menos nada que não tornasse as coisas pesadas de mais pra ser um relacionamento saudável, tal qual era.

Queria que você tivesse a mesma coragem do início pra chegar e me dizer que quer ficar comigo ao menos essa noite, mas eu tenho a sensação de que o medo do que você não fez te toma de maneira que mal consegues olhar profundamente no meu olho. Pena… Pois se ao menos isso você se permitisse perceberia todo o sentimento que ainda existe no meu peito…

Você perceberia que eu também cometi meus erros. Que eu também tenho o que me perdoar e ser perdoada. Porém, não só de coragem vive o homem e, atualmente, temos que conviver com o cenário de que não nos temos mais e você simplesmente foge de mim pela pura vergonha do que fez e do que não fez, mas eu sei… Eu sei o que passa em sua mente, eu sei que você pensou em mim muito mais tempo do quê gostaria, que você queria muito mais do que poderia confessar, mas deveria tê-lo feito…

Hoje em dia, eu vivo na sua ausência. Tentando de alguma forma cobrir o vácuo que deixas-te, mas acho que terei que aprender a conviver com ele. Infelizmente vou ter que viver com ele…

Todo vácuo é, ironicamente, criado por uma antiga estrela. Todo vácuo é a lembrança de uma estrela que não existe mais. Será que o processo poderá ser revertido? Provavelmente não.

~~

Lila Carvalho

Provavelmente muitas das coisas em que acredito expostas nesse texto não existam. Provavelmente tudo o que existe em minha mente seja mentira, mas eu prefiro acreditar nisso do que ver a realidade tal qual ela é.

Anúncios